título

Sindicato de professores angolanos denuncia detenções e fala em 80% de adesão à greve

O Sindicato Nacional de Professores Angolanos (Sinprof) denunciou "detenções e coações" de alguns professores neste primeiro dia da segunda fase da greve, que teve uma adesão nacional de 80%, de acordo com o seu presidente.

Ver todos os Dossiers Ver todos os Artigos