título

Aulas de alfabetização condicionadas por falta de energia eléctrica

A falta de energia eléctrica em Cambongo, comuna de Cassai Sul, município do Muconda (Lunda Sul), tem condicionado as aulas de alfabetização e a prestação de serviços de saúde no posto médico da localidade.

No presente ano lectivo foram matriculados 366 alunos (da iniciação a 6ª classe) e estava também prevista a inscrição de 40 adultos no programa de alfabetização, mas o processo foi suspenso por falta de energia eléctrica.

 

A informação foi avançada esta segunda-feira pelo director da única escola de três salas de aulas na circunscrição, Inácio Capenda.

 

Já o chefe do posto médico de saúde do Cambongo, Chimuanga Itaquénia, o único que presta serviços de saúde na localidade, fez saber que no periodo nocturno têm feito recurso a luz de vela ou lanterna, para os casos que obrigam intervenção urgente.

 

O centro, que dista 37 quilómetros da sede municipal de muconda, atende 30 pacientes por dia. As doenças diarreicas e respiratórias agudas, malária e sarna são as mais fruquentes.

 

Para atender a demanda, o responsável disse que necessitam mais três enfermeiros.

 

O municipio do Muconda dista a 191 quilómetros a nordeste da cidade de Saurimo, tem mais de 30 mil habitantes, distribuidos nas comunas de Chiluange, Cassai Sul, Muriege e Muconda (sede comunal).

 

SAPO Angop|05-02-2019