título

Escolas da ADPP graduam mais de 100 finalistas

Cento e um finalistas em diferentes áreas do saber foram graduados hoje, quarta-feira, na cidade do Huambo, pelas escolas de professores de futuro e polivalente profissional, ambas da organização não-governamental norueguesa ADPP.

Trata-se de 77 finalistas do curso de ensino primário, de nível médio, 16 promotores de ambiente e sete assistentes de informação e comunicação social, correspondente ao I ciclo do ensino secundário, cursos ministrados em três anos.

 

Durante a outorga dos diplomas e certificados de conclusão dos cursos o director da escola de professores do futuro, Dag Rune Hauglund, disse que os professores formados estão munidos de competências necessárias para ajudar a elevar a qualidade do processo de ensino- aprendizagem.

 

Informou que as escolas da ADPP existem para formarem técnicos capazes de mudarem a sociedade, sobretudo nas zonas rurais, uma vez que os seus alunos têm a obrigação de realizar estágios nas comunidades rurais, onde identificam problemas diversos e propõem soluções.

 

Na ocasião, a administradora adjunta para área financeira e orçamental do município do Huambo, Ana Solita Dionisa César, reconheceu o papel que vem sendo desempenhado pelas escolas da ADPP no país.

 

Aos finalistas, a responsável pediu que dignifiquem a formação obtida, para contribuírem melhor no processo de desenvolvimento nacional, referindo que a formação dos recursos humanos é indispensável para qualquer país.

 

SAPO/Angop

17.01.2019