título

Mais de 400 alfabetizadores sem salários há 26 meses em Malanje

Mais de 400 alfabetizadores que trabalham em Malanje no âmbito do PAAE (Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar) encontram-se há 26 meses sem salários, soube hoje (sábado) a Angop.

A informação foi dada pelo director do Gabinete Provincial da Educação, Gabriel Boaventura,  em entrevista á Angop, por ocasião do Dia Mundial da Alfabetização, que hoje se assinala, sem avançar pormenores.

“O não pagamento dos salários desses alfabetizadores é um assunto que só o Ministério da Educação pode responder”, pontualizou, acrescentando que em consequência desta situação, vem se registando a desistência dos alfabetizadores  e consequentemente reduz a capacidade de matrícula de novos alfabetizandos do I módulo (iniciação).

Informou que até 2016,  a província contava com mil e 192 alfabetizadores, número que veio reduzindo até os actuais 450, por falta de pagamento de salários e como resultado, encontram-se fora do sistema de alfabetização 4 mil cidadãos na província.

Precisou que caso não se liquide os salários em atraso, antevê-se a desistência de mais alfabetizadores, com excepção dos afectos à ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo), que contam com fundos próprios da organização.

Para o presente ano, estão matriculados 21 mil 972 alfabetizandos no I módulo (iniciação),    15 mil 971 do II módulo (3ª e 4ª classes), 17 mil 664 do III módulo (5ª e 6ª classes) e 421 do IV módulo (I ciclo de ensino de adulto).

O PAAE conta com a Polícia Nacional, Caritas de Angola, Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente, JMPLA, Direcção da Família e Igualdade do Género, ADPP , entre outros organismos como parceiros na luta contra a alfabetização.

As comemorações do 8 de Setembro decorrem este ano sob o lema “Alfabetizaçao e desenvolvimento de competências”.

Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em 1967, o Dia Mundial da Alfabetização é celebrado a 8 de Setembro, com o propósito de fomentar a alfabetização nos vários países.

Estima-se que actualmente, a alfabetização atinge cerca de 85% da população mundial, de acordo com dados da ONU, sendo que ainda existem quase 800 milhões de adultos que não saibem ler, escrever ou contar e cerca de 250 milhões de crianças consideradas analfabetas funcionais (sem competência para interpretar um texto).



Angop|09.09.2018