título

Ministra da Educação quer rigor no processo de ensino

A ministra da Educação, Maria Cândida Teixeira, exigiu hoje, segunda-feira, na cidade de Saurimo, província da Lunda Sul, dos novos professores, recentemente inseridos no sector através do concurso público de 2018, mais responsabilidade e rigor no processo de ensino.

A governante lançou esse repto quando visitava as salas onde estão a ser capacitados os novos professores, tendo frisado que os docentes devem ser os principais pilares de desenvolvimento de um país, através do seu trabalho formativo de qualidade.

 

Os professores, sublinhou, tem a missão de formar quadros competentes e qualificados para o mercado de trabalho, que vão ajudar no processo de desenvolvimento do país.

 

Para tal, ressaltou, os professores devem procurar elevar as suas competências técnicas e académicas para se adaptarem à evolução da ciência e da arte de ensinar.

 

Deste modo, complementou, os professores não estarão ultrapassados na sua profissão.

 

Maria Cândida Teixeira advertiu que os professores que não se adaptarem aos actuais desafios do sector, principalmente no ensino primário, deverão ser substituídos.

 

Apelou aos novos docentes a primarem pela humildade, espírito de partilha de conhecimento com os antigos docentes, entre outros valores para terem sucesso na sua missão.

 

Na província da Lunda Sul foram apurados e inseridos no sector da Educação mais de mil novos professores, através do concurso público realizado em 2018.

 

A ministra que encontra-se desde sábado (12) na província da Lunda Sul onde vai presidir terça-feira a cerimónia de encerramento da 9º edição dos jogos nacionais escolares que decorrem em Saurimo, desde o dia 5 do mês em curso.

 

SAPO/Angop

15.01.2019