título

Sinprof descarta possibilidade de greve

O presidente do Sindicato Nacional dos Professores, Guilherme Silva, afastou hoje, quinta-feira, qualquer possibilidade da classe decretar uma greve, embora reconheça existir incumprimentos por parte do Ministério da Educação em relação a publicação do Estatuto da Carreira Docente.

Em declarações à Angop, em Luanda, o responsável disse que a implementação do Estatuto da Carreira do Docente estava marcada para Setembro de 2018 até Setembro de 2019, o que não está a acontecer.

Segundo Guilherme Silva, os professores não aceitam que a transição seja feita apenas pelas habilitações literária, sem ter-se em conta o tempo de serviço, pelo facto da classe ter ficado mais de 10 anos sem promoções.

“Os professores estão cansados de viver de promessas, agora querem é a prática”, asseverou.

Os sindicalistas estão a analisar alguns pontos de descontentamento para apresentarem propostas na reunião do Sinprof a nível nacional marcada para sexta-feira (12), na província de Benguela.

O sinprof decretou em Junho desse ano uma greve, em reclamações a melhores condições laborais e sociais.


Angop|11.10.2018