título

O perigo de roer as unhas

Publicado dia 17 de Dezembro de 2013 Voltar à página de Curiosidades

Pesquisas médicas comprovam que roer as unhas pode fazer mal à saúde.

O perigo de roer as unhas está no facto de a cutícula, pele que nos protege contra agentes externos, poder ser removida deixando a pessoa sensível à acção de vírus e bactérias, causando infecções e inflamações.

A mania de roer as unhas está também relacionada com a ansiedade, stress e frustração. A este vício de roer as unhas ou a pele que fica em volta dela chama-se onicofagia. O hábito é mais prejudicial a quem tem problemas circulatórios e imunológicos pois a infecção pode invadir a corrente sanguínea e complicar o quadro.

Para as pessoas que, além de roerem, também engolem as unhas, a situação é pior, resultando em graves problemas gastrointestinais, como esofagite infecciosa, gastrite, enterocolite por infecção por microorganismos,
verminoses e até apendicite.

Roer as unhas também prejudica a musculatura do maxilar e a articulação temporomandibular, causa fracturas nos dentes, gengivite e problemas na mordida.

As doenças mais frequentes em quem tem este vício são as infecções na garganta, inflamação da pele ao redor da unha e problemas gastrointestinais diversos.

Partilhe: Facebook Twitter